Própria/SE

O Baixo São Francisco se liga aqui!

Previous slide
Next slide

Protesto de policiais reúne multidão em frente ao Palácio do Governo

O Movimento Polícia Unida realizou, na tarde desta quinta-feira (13), mais um ato de protesto contra o Governo de Sergipe. O ato reuniu centenas de policiais civis, militares e bombeiros que reivindicam adicional de periculosidade, reposição das perdas inflacionárias e aprovação de projetos de reestruturação de carreiras.

A concentração aconteceu embaixo do viaduto Jornalista Carvalho Déda, no Distrito Industrial de Aracaju (DIA). De lá, os manifestantes saíram em caminhada até o Palácio dos Despachos. Segundo os representantes do Movimento Polícia Unida, o ato é pela valorização e respeito aos profissionais da Segurança Pública.

A categoria está mobilizada desde a noite da terça-feira (12), quando foi aprovada em assembleia uma paralisação por 12 horas, em protesto contra o que avalia como falta de diálogo do governo que, segundo a categoria, se recusa a pagar o adicional de periculosidade.

Segundo o presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Estado de Sergipe (Sinpol/SE), Adriano Bandeira, as negociações não avançaram. “Tentamos de todas as formas dialogar com o governador Belivaldo Chagas, mas ele tem se mantido irredutível”, disse.

Por meio de nota, o Governo de Sergipe informou que continua aberto ao diálogo com todas as categorias, inclusive, já recebeu o movimento Polícia Unida, que apresentou uma solicitação de implantação de uma gratificação de periculosidade que na prática, significa um reajuste de 40%.

“O movimento se recusou de forma veemente a discutir qualquer outra vantagem para os polícias e bombeiros. Mesmo assim, compreendendo a importância dos operadores de segurança, o governo está concluindo, juntamente com a SSP, os comandantes do Corpo de Bombeiros, da Polícia Militar e Polícia Civil, um projeto de reestruturação da carreira destes profissionais. Entre outras vantagens, isso promove o profissional de forma mais rápida, o que o leva a ter diversas vantagens, inclusive melhoria salarial”, diz a nota.

Ainda de acordo com o Governo, o projeto de lei deve ser enviado  para a  Assembleia Legislativa no início de fevereiro. “Em relação às horas extras, serão pagas de maneira integral juntamente com a folha de janeiro no final do mês”.

Trânsito

Com a manifestação dos policiais e bombeiros, os dois sentidos da avenida Adélia Franco, próximo ao Palácio, foram bloqueados.

Segundo a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) de Aracaju, o fluxo de veículos no sentido Norte da avenida teve que ser desviado para a rua Manoel de Oliveira Martins, logo após o supermercado. No sentido Sul, o trânsito foi desviado para a avenida Marieta Leite.

Os agentes de trânsito permanecem no local para garantir a mobilidade urbana e orientar os condutores.

Em última atualização, às 17h20, a SMTT informou que o trânsito está sendo liberado aos poucos no sentido Sul da avenida Adélia Franco. “Os manifestantes continuam no sentido Norte da via. Os agentes de trânsito também continuam no local para organizar o tráfego”.

https://www.f5news.com.br/cotidiano/protesto-de-policiais-reune-multidao-em-frente-ao-palacio-do-governo.html

 

Home

 

Deixe uma resposta

MAIS LIDAS

IMG-20240626-WA0241
Prisões e apreensão de drogas em Cedro de São João
Screenshot_2024-07-07-08-57-19-697_com
Traição Política em Cedro de São João: Vereador Cícero deixa situação e migra para a oposição
Screenshot_2024-07-15-16-03-45-484_com.instagram
Prefeito Aldo Popular Prepara Romaria do Padre Cícero na Serra do Gila
Screenshot_2024-07-12-08-22-55-118_com.android
Motocicleta com Sinais de Adulteração é Apreendida em São Francisco-SE
Screenshot_2024-07-21-19-18-37-127_com
Prefeito de Telha , Flávio Dias, Anuncia Lucas Freire como Seu Candidato a prefeito e José Nunes como vice
Rolar para cima