Própria/SE

O Baixo São Francisco se liga aqui!

Previous slide
Next slide

Orgulho Nacional: Forró é declarado Patrimônio Cultural do Brasil

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) declarou as matrizes tradicionais do forró como Patrimônio Cultural do Brasil. A decisão unânime ocorreu nesta quinta-feira (9), durante reunião extraordinária do Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural, transmitida pelo Youtube.

Além disso, o Conselho formado por representantes de instituições públicas, privadas e da sociedade civil,  classificou o ritmo como um supergênero, pela sua abrangência musical de ritmos nordestinos, entre eles, o xote, xaxado, baião, chamego, a quadrilha, o arrasta-pé e o pé-de-serra.

O pedido de registro solicitando a análise do estilo musical ao Iphan foi da Associação Cultural Balaio do Nordeste, da Paraíba, em 2011. Nos últimos dez anos, em parceria com comunidades detentoras, foi realizada a descrição detalhada das matrizes tradicionais com registro documental e audiovisual.

Segundo o Iphan, as matrizes do forró têm contribuído há mais de um século para a construção da identidade nordestina e nacional, não apenas como um ritmo musical, mas como uma expressão cultural  enraizada no cotidiano do povo nordestino e de várias comunidades espalhadas pelo Brasil, que têm o forró como manifestação de sua cultura e suas crenças, uma marca de vivências coletivas do trabalho, de celebrações e de experiências festivas.

Orgulho Nacional: Forró é declarado Patrimônio Cultural do Brasil

A conselheira Maria Cecília Londres, relatora da proposta, fez uma ampla explanação sobre as origens do ritmo musical nordestino e da palavra forró.

A relatora destacou a relevância do forró por englobar atividades como artesanatos, orquestras sanfônicas, escolas de dança, preservação de instrumentos (rabeca, sanfona, triângulo, pífanos, zabumba etc).

Durante a apresentação, Maria Cecília exibiu um documentário que contou com a participação de artistas de vários estados, entre eles os sergipanos Amorosa, Erivaldo de Carira e Wagner Lima do Acordeon.

“Pra gente, pra todos nós aqui, é uma satisfação muito grande, é uma honra, uma graça fazer parte desse momento histórico. Forró é ritmo, encontros, celebrações; forró é São João, é cultura, é afeto. O forró marcou a minha infância, lá no interior de Minas Gerais, me lembro como se fosse hoje, o meu avô, lá na sua casinha, tocando a sua sanfona, nos embalos de Luiz Gonzaga”, disse emocionada a presidente do Iphan, Larissa Peixoto, ao declarar o forró Patrimônio Cultural do Brasil.

Deixe uma resposta

MAIS LIDAS

IMG-20240601-WA0616
Mulher Mais Velha do Mundo é Descoberta em Japoatã-SE
Screenshot_2024-06-18-21-33-44-379_com.instagram
TRE-SE Mantém Multa a Pré-candidato a prefeito de Malhada dos Bois, Fábio Nunes por Divulgação Irregular de Pesquisa
Screenshot_2024-06-18-16-03-28-297_com.instagram
Neudo Alves Recebe Amigos e Lideranças Políticas em um dos Maiores Festejos Juninos de Cedro de São João
justica-juiz-1024x683
Justiça Eleitoral Suspende Divulgação de Pesquisa em Muribeca
IMG-20240527-WA0461
Escuta Pública Debate Implementação da Política Nacional Aldir Blanc em Propriá
Rolar para cima